segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Que significa "ser apóstolo" no século XXI?


Era uma tarde de segunda feira, estava navegando na internet, buscando algo para fortificar minha fé, foi quando entrei no site da Opus Dei e vi este texto + vídeo respondendo a pergunta do que é ser apóstolo neste século. A resposta do padre, por sinal muito boa, ajuda qualquer jovem em seu caminho, ele fala do padre que fundou a Opus Dei, São Josemaría Escrivá que hoje é santo, quando eu tiver oportunidade explico o que é a Opus Dei, aqui no blog. Quando terminei de ler, lembrei de todos os jovens que lutam para evangelizar a juventude que busca no meio do mundo um sentido. Então, quis compartilhar esse material para todo o jovem que luta para construir o Reino de Deus, especialmente aos jovens de minha paróquia Santa Cruz e os que fazem parte do Movimento de Treinamento de Liderança Cristã. Boa leitura e que nosso criador nos conduza à conquista das alturas.

Que significa "ser apóstolo" no século XXI?
Sonsoles é uma estudante que assistiu a uma tertúlia com D. Javier Echevarría, Prelado do Opus Dei. Perguntou-lhe - perante milhares de jovens como ela - que significa "ser apóstolo", e como sê-lo na prática.
video


- Padre, que alegria estar conosco. Chamo-me Sonsoles, sou de Madri.


- Sonsoles? Pois o nosso Padre foi a Sonsoles e ficava comovido com os olhos tão bonitos que a Senhora tem, São como sóis! Que todas e todos tenhamos os olhos da alma como essa imagem de Nossa Senhora. 
 

- Padre, como ter força para superar a comodidade e o medo e para ser verdadeiramente um apóstolo ao lidar com as minhas amigas, transmitir de modo atrativo a necessidade que todos temos de alimentar a fé todos os dias? Obrigada, Padre.

- Sê valente, sê valente como o nosso Padre que teve de deixar tantas coisas, mas deixou-as sabendo que não era uma mudança para pior, mas uma mudança para melhor. 

Era um homem de grandes desejos, era uma pessoa muito dotada, com muitas condições para levar a cabo muitas coisas neste mundo. 
O Senhor pediu-lhe que seguisse outro rumo e fê-lo, fê-lo pensando em primeiro lugar em dar glória a Deus e em segundo lugar nessas almas de quem estava à espera. 
Por isso também vos dizia que quando rezamos o Angelus me lembrava do nosso Padre com esse olhar tão seu, de homem enamorado, porque o cristão, a cristã que segue Cristo não é uma mulher ou um homem que não sabe amar. Pelo contrário, desenvolvemos toda a potência do nosso amor dirigindo-o para o Senhor e com Deus para todas as almas.

E lembrava-me de quando deu a bênção com o Santíssimo via "três, trinta, trezentos"... E ali estavam vocês. E numa ocasião comentou-nos: "sofri muito, tive de rezar muito, mas não me arrependo do que sofri nem do que tive de rezar, e se tivesse de voltar a começar fá-lo-ia bem e melhor com a ajuda de Deus. Pois, minha filha, o Senhor está à tua procura, no teu encalço, dizendo: não tenhas medo, não tenhas medo de te comprometer, para ser uma cristã e se for preciso para dar a vida e seguir o que Deus te for pedindo. Que Deus te abençoe.


Nenhum comentário:

Postar um comentário